Amigos corredores

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Ultraman Triathlon - Parte II

O atleta ficou triste por não ter batido o recorde da prova. Também com tantas dificuldades, por isso foi tão mal assim, né? Tá certo...

“Para o brasileiro a competição estava perfeita. Porém, a parte da natação foi mais puxada já que enfrentou fortes correntezas. Isso, de acordo com o atleta, impossibilitou a quebra do recorde. “Não fosse pela forte correnteza na natação, eu teria quebrado o recorde mundial, pois nadei 20 minutos pior que minha melhor marca e, no tempo total, fiquei a apenas sete minutos do recorde. Mas ano que vem tem mais”, conta.”

Fonte: www.webrun.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por passar correndo por aqui! Deixe sua marca, se quiser.