Amigos corredores

domingo, 5 de dezembro de 2010

Meio atleta

Hoje pela manhã, domingo de sol, peguei minha bike e saí para fazer um treino, na ciclovia que fica perto de minha casa. Ida e volta dá proximadamente 24 km.

Tudo corria tão bem até que aconteceu um "pequeno contratempo" que me fez, logo, pensar no termo "meio atleta". Estava na metade da primeira parte do treino, quando vi dois ciclistas ao lado da pista. Um deles estava com um dos pneus bike furado. Vendo a cena, reduzi a velocidade para, talvez, ajudá-los, quando, indo um pouco para a esquerda da pista, fiquei em cima da faixa amarela que divide as duas mãos. Os dois acenaram dizendo que estava tudo bem, então continuei e logo, na direção contrária, veio um ciclista já com um olhar de ira e um dos braços em sinal de reprovação. Dava para passar duas bicicletas no espaço que havia ao meu lado, mas o indivíduo preferiu a ira em vez de seguir em paz. Não falei nada, pois não sou de briga e estava ali para praticar meu treino na boa, sem estresse. Olhei para trás e ele ainda estava p da vida, mas não teve coragem de ir atrás de mim.

Mas, de tudo isso, o que importa foi que lembrei das olímpiadas de Atenas, em 2004, quando Vanderlei Cordeiro de Lima deu um show
de espírito esportivo, ao continuar a prova sem preocupar-se com o seu agressor e, ainda, quando de sua chegada, demonstrava tranquilidade e paz, quando a maioria dos seres humanos estavam indignados com a atitude do manifestante.
Sem dúvida, um verdadeiro atleta. Completo, física e espiritualmente. Por isso, que o levo no cabeçalho de meu blog.

Veio-me a cabeça a expressão "meio atleta", um termo, ao meu ver, apropriado para alguns que acham-se atletas, por estarem bem fisicamente, por terem um condicionamento físico invejável, mas que não têm espírito de atleta. Infelizmente existem muitos por aí.
Meio atleta, para mim, não serve para nominar quem pratica algum esporte de vez em quando, pois estes podem ser atletas completos; amadores com certeza, mas que têm atitudes de atleta.

Eu sou um atleta amador, completo, pois pratico meu esporte para garantir minha saúde e, também, porque gosto, mas, acima de tudo, tenho espírito de atleta. Um espírito amistoso, ético e responsável.

Mais do que as palavras acima, as imagens que seguem refletem o que estou dizendo.

A agressão

Foto: www.bbc.co.uk


A lição

Foto: www.oestepaulista.com.br

Grande abraço a todos os atletas, que brilham por este Brasilzão.

Alex Dahlke

2 comentários:

  1. Boa mensagem, é a realidade, vemos nas corridas também muitos meios-atletas como disse, que parecem esquecerem do objetivo maior que procuramos no esporte, que é o bem estar físico e mental, e o encontro com tantas pessoas que, como nós, sentem prazer no esporte, mas com o tempo creio que estas pessoas vão perceber que estão fora do contexto nestes ambientes, ou vão largar, ou vão mudar, espero...

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente com você, meu amigo!
    Que o esporte faça acordarem as mentes adormecidas.

    Abração!

    ResponderExcluir

Obrigado por passar correndo por aqui! Deixe sua marca, se quiser.