Amigos corredores

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Marílson vence São Silvestre 2010


Nos últimos 400 metros, Marílson Gomes dos Santos mal conseguia olhar para frente. Equilibrava as passadas virando-se para trás, como se não acreditasse que não havia ninguém no retrovisor. Era verdade. Após três anos, a hegemonia queniana na São Silvestre está quebrada. Sob intensa vibração da torcida na Avenida Paulista, Marílson cruzou a linha de chegada nesta sexta-feira... e parou. Curvou o corpo para a frente. Cansado, mas realizado. Foi a terceira vitória dele na prova e a primeira do Brasil desde 2006, quando Franck Caldeira chegou na frente. Festa verde-amarela no último dia do ano.

Marílson, que já tinha vencido em 2003 e 2005, completou a prova desta sexta em 44m07, tornando-se o maior vencedor brasileiro da prova. Atrás dele vieram os quenianos Barnabas Kiplagat (44m49s) e James Kipsang (45m15s). O brasileiro Giovani dos Santos terminou em 45m34s..Agora o Brasil tem 11 títulos da São Silvestre, contra 12 do Quênia.



No feminino, Alice Timbilili está de volta à São Silvestre. Em grande estilo. Após conquistar o título em 2007 e ficar fora da prova nos últimos anos, a queniana retornou nesta sexta-feira e fez bonito em São Paulo. De camiseta vermelha, short azul, tênis brancos e um ritmo invejável, Timbilili dominou a corrida e fechou 2010 com mais um título. Mais que isso, quebrou o recorde da prova, completando o percurso em 50m19s.

A brasileira Simone Alves chegou a pressionar um pouco a queniana no fim da prova, mas não consegui superá-la e terminou em segundo, com o tempo de 50m25s. A queniana Eunice Jepkirui Kirwa chegou em terceiro, com 51m42s, seguida pela brasileira Cruz Nonata, com 51m51s.

Fonte: globoesporte.globo.com

Um comentário:

  1. Eu me emocionei com a vitória do Marilson, esperava comemorar na big aple mas não rolou, ainda bem que na SS não teve pra ninguém
    Bjinhos
    Boa semana
    Ju

    ResponderExcluir

Obrigado por passar correndo por aqui! Deixe sua marca, se quiser.